Investir de forma inteligente - Começando como um pequeno investidor


Essa é uma série de artigos que apresenta uma abordagem simples e dinâmica de como investir além da poupança e se tornar um pequeno investidor inteligente. O objetivo principal é gastar o mínimo possível com taxas, diversificando os investimentos em renda fixa e variável com ganhos acima da inflação.

O passo a passo é bem simples:

  • Abra uma conta corrente digital
  • Abra uma conta na Easynvest para investir em renda fixa, principalmente no Tesouro Direto sem pagar taxas.
  • Abra uma conta na Rico.com.vc para investir em renda variável, evitando taxa de custódia e pagando uma taxa de corretagem ínfima.
  • Utilize o GuiaBolso ou tenha uma planilha de gastos, tendo controle das suas finanças e realizando o balanceamento da sua carteira de investimentos.

Hoje vamos começar a conhecer o mundo das contas digitais e como como abrir sua conta em uma corretora para começar a investir de forma inteligente.

Conta Corrente

Antes de pensarmos em investir, temos que falar sobre Conta Corrente. E um erro bastante comum dos pequenos investidores é estarem atualmente com contas fáceis (que não cobram pela cesta/pacote de serviços básica) ou contas que tem um pacote de serviços caro e que também não atendem o nosso propósito. Nesses tipos de conta, temos a cobrança de duas taxas que devem ser evitadas a qualquer custo:

  • Taxa de manutenção da conta corrente, ou taxa de pagamento da cesta de serviços.
  • Taxa de transferência de dinheiro para outros bancos/corretoras (DOC/TED).

Falando um pouco sobre as taxas de manutenção, elas normalmente são relativas a um pacote de serviços pré contratado com o banco e giram em torno de R$20 as mais básicas, que normalmente incluem somente 1 transferência por mês (DOC e/ou TED).

Já as taxas de transferência (DOC e TED) giram ao redor de R$10 por transferência.

Como veremos mais a frente, essas operações são bastante comuns para quem investe utilizando corretoras e de maneira inteligente, e imaginando que você tenha somente R$1000 no mês pra investir, perder R$50 (ou 5%) somente com taxas não é o mais adequado.

Para tentar evitá-las, alguns bancos oferecem uma conta corrente chamada “digital”, que é gratuita (sim, não cobra nenhuma taxa de manutenção) e inclui transferências (DOC e TED) ilimitadas utilizando os canais digitais (preferencialmente, internet).

Atualmente, o único banco que conheço e oferece essa modalidade é o Banco Inter, ou antigo Banco Intermedium.

Eu, particularmente tenho duas contas digitais, uma no Banco do Brasil e uma no Banco Itaú, porém ambas foram descontinuadas em 2017. Mas recomendo bastante o Banco Inter para quem quer ter esse tipo de isenção.

E o melhor de tudo é que todo o processo de abertura de conta é feita diretamente pelo aplicativo do banco, sem ter que tirar fotocópia de mil documentos ou se preocupar com filas e burocracia, super simples e rápido!

Ah, só certifique-se que não está contratando nada extra (Cartões de crédito, seguros ou qualquer outros serviços) quando for abrir sua conta, nunca ouvi falar sobre essas pegadinhas no Inter, mas sei de outros bancos que fazem isso e o seguro morreu de velho.

Corretoras

Agora que já aprendemos a não pagar taxas para fazer transferências e manter a conta corrente, chegou a hora de também se livrar das altas taxas dos bancos tradicionais para investir neles.

Grande parte das pessoas que querem ser pequenos investidores tem uma ou mais destas características:

  • Não investe em nada e deixa o dinheiro na Conta Corrente.
  • Investe em poupança e não se preocupa com os rendimentos, desde que esteja rendendo.
  • Investe em previdências privadas
  • Investe em títulos de capitalização

Se você se encontra em algum desses cenários, posso te garantir uma coisa : você está rasgando dinheiro!

Devido a inflação alta no país, se você não investe seu dinheiro com inteligência, você está de fato rasgando seu suado dinheiro, fazendo com que mesmo que você esteja “investindo”, fique na verdade cada vez mais pobre.

Pensando de forma bem didática, podemos dizer que se você deixa seu dinheiro parado na Conta Corrente, seu dinheiro está se desvalorizando no ritmo da inflação (atualmente ~4% a.a e com previsões de aumento), pois na verdade, você está emprestando dinheiro ao banco sem receber juros - o famoso empréstimo de pai - e como não temos nenhum filho banqueiro, esse é o pior cenário.

Caso você deixe seu dinheiro na poupança, você se encontra em um cenário um pouco melhor, pois na situação atual (SELIC a 9,25% a.a e inflação no patamar de 4,5% a.a), a poupança ganha da inflação. Fator que pode mudar caso a SELIC venha a cair e a inflação aumentar.

Agora, se você se encontra em planos de previdência privada ou títulos de capitalização, as chances de que você foi passado para trás pelo seu banco são grandes! Planos de previdência, seja VGBL ou PGBL são raramente vantajosos pois incidem taxas altas de administração, carregamento e saída além da incidência do IR. Já os Títulos de Capitalização são um empréstimo ao banco com uma fé de que você ganhe um prêmio. Essas 2 modalidades são ofertadas por gerentes e atendentes de bancos todos os dias, pois são ótimos para os bancos e para os gerentes.

Após aprender a dizer não para essas “oportunidades”. Você entenderá que os bancos tradicionais tornam a vida do pequeno investidor bem custosa e difícil, cobrando altas taxas de administração e custódia ou definindo altos limites para entrar nos melhores investimentos. E é ai que o pequeno investidor inteligente é salvo pelas corretoras de valores independentes.

Estas corretoras são instituições autorizadas a operar na BMF e por terem foco somente em investimentos - ao contrário de bancos, que ganham em cima de cartões de crédito, pagamento de conta, empréstimos, etc - conseguem oferecer opções mais rentáveis para o pequeno investidor.

Abrindo uma conta em uma corretora independente, você vai perceber que gerenciar sua Conta em uma corretora é bem mais simples do que a Conta Corrente de um banco. Funciona basicamente assim:

Você transfere dinheiro para a conta da sua corretora utilizando TED ou DOC e quando quiser ter o dinheiro de volta, resgata por meio de transferência para a sua Conta Corrente. Simples, fácil e como as corretoras não oferecem serviços extras como os citados acima, elas normalmente não cobram nenhuma taxa de manutenção, somente as taxas relativas aos investimentos que você escolher.

E ah, lembra que eu falei na seção sobre Conta Corrente sobre os TED e DOC gratuitos, é aqui que você economiza utilizando a conta digital!

Vale também deixar claro que você deve procurar uma corretora de confiança, buscando referências e entrando em contato com a equipe de atendimento das que te interessarem antes de mover seus recursos para uma delas.

Também vale a pena falar que para o pequeno investidor existe uma gama de investimentos garantidos pelo FGC ,ou seja, caso tenha algum problema com a corretora ou banco emissor do título, você tem o seu dinheiro garantido até um certo limite (normalmente ao redor de R$250.000).

E você pode abrir conta em mais de uma corretora, pois uma pode oferecer taxas e opções melhores para renda fixa , e outra pode ter melhores vantagens para renda variável por exemplo. E é dai que surge uma dúvida: Como as corretoras ganham dinheiro zerando taxas? Exatamente assim, elas fidelizam os clientes em uma ponta para cobrar taxas maiores em outra, mas com essa série de artigos, vamos tentar direcionar os investimentos para as melhores opções.

No próximo artigo dessa série vou falar melhor sobre as minha opções de corretoras e os motivos por ter escolhido elas. Além de começar a falar mais sobre as opções de renda fixa : Tesouro, LCI, LCA, CDB etc e como eles devem se encaixar no portfólio do pequeno investidor inteligente.

Vamos bater um papo?

Há cerca de uns quatro anos, comecei a procurar informações de como investir melhor meu dinheiro, assim como você. Estudei e ainda estudo bastante: opções de investimento, relatos, taxas, rentabilidade, bancos, corretoras e etc..

Infelizmente, pouca gente investe de maneira inteligente e, principalmente, consciente. À outra parte da população, resta seguir as recomendações de seus gerentes, que trabalham para grandes bancos, portanto, mais interessados nos próprios lucros. O material disponível na internet também geralmente é escasso, desatualizado ou fragmentado.

Ainda quero aprender muito e minha ideia com essa serie de artigos é tentar compilar o que eu vejo de melhor sobre esse mundo. Se você ficou com dúvidas, quer entender melhor algum ponto ou bater um papo sobre uma situação específica, me manda um email e vamos aprender juntos!

Related Posts

Investir de forma inteligente - Tesouro Direto

How to put your sideproject online with less than $6

Porque devemos investir enquanto jovens

Hello World!